jusbrasil.com.br
18 de Setembro de 2019

Quais os 10 benefícios da multipropriedade

Kim Ferreira de Melo Medeiros, Advogado
ano passado

Imagine o seguinte exemplo: João possui um casa de praia que não frequenta em boa parte do ano, que gera despesas, que congela o capital investido e que não tem utilidade em boa parte do tempo.

Diante desse cenário, a comercialização da multipropriedade tratá diversos benefícios, quais sejam:

1) A divisão proporcional das despesas;

2) O aumento da liquidez financeira;

3) O aumento da utilidade do bem e da sua função social;

4) Acesso a bens que antes eram inacessíveis, por serem caros;

5) Pagar proporcionalmente ao tempo que irá utilizar do bem;

5) O direito de utilizar do bem apenas no tempo que escolher;

6) Vender o tempo que o bem não é usado;

7) Gera riqueza para realizar outros investimentos;

8) Pode ser utilizado em qualquer bem (jet-skis, iates, lanchas, carro de luxo, etc.) e não só em imóveis;

9) Dar direito ao uso exclusivo e perpétuo do bem, no tempo contratado;

10) É reconhecida pelo Judiciário e pode ser defendida judicialmente (segurança jurídica);

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)